Você já ouviu falar em Mary Parker Follett?

Todo estudante de Administração já leu ou já ouviu falar em Taylor, Fayol e Ford, mas não em Mary Parker Follett. nascida em 1868 e falecida em 1933. Viveu de perto a grade depressão de 1929 que virou de cabeça para baixo o capitalismo americano e deu margem para o fortalecimento da Teoria das Relações Humanas, uma visão mais progressista que colocou o trabalhador como figura importante dentro do processo produtivo, o que não era considerado até então.

Mary Parker Follett, defende que o papel das empresas vai além do meramente comercial, e deve considerar também um papel que poderíamos chamar de social onde as empresas são parte da sociedade e tem que considerar para além do lucro, a interação do meio onde esta. Vemos esta tese muito considerada nos dias de hoje pelas empresas quando defendem a meio ambiente e a sustentabilidade entre outros pontos. Em sua época, auge do capitalismo clássico, ela chegou a ser chamada de marxista, na verdade era uma visionária, que acreditava que a sociedade e as empresas deveriam ajudar a tornar a sociedade mais justa.

Avance na sua forma de ver a Administração. leia sobre esta pensadora da nossa profissão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s